A inevitabilidade do digital no mercado das etiquetas

| 20. jan 2020

À medida que nos aproximamos de uma nova década, verificamos que o mercado de etiquetas está pronto para um “ataque” de tecnologia digital. Embora a penetração global ainda seja relativamente baixa, o que significa que há muito espaço para crescer, também as mudanças ganham mais ritmo e a marcha para a tecnologia digital é como o som de cascos trovejantes que se aproximam cada vez mais rápido.


Há, portanto, uma mudança sísmica neste setor que passa a privilegiar tiragens mais curtas, a produção just in time, a personalização e onde a impressão da mais alta qualidade é, de facto, uma exigência. Estas são as principais tendências que vão continuar a moldar o mercado de etiquetas daqui para frente.

E o que verificamos é que são as marcas que impulsionam a mudança, que tornam obrigatória a impressão em pequenas tiragens e transformam em requisito a possibilidade que existe atualmente de imprimir etiquetas digitais.

Dados disponibilizados pela consultora Finat Radar mostram que 73% compram etiquetas digitais porque sabem que esta é a melhor correspondência para algumas aplicações. Mas também porque permite ações de marketing mais direcionadas e a impressão de dados variáveis, para além de revelar preocupações com a sustentabilidade.

Embora o foco esteja ainda na produção de etiquetas, verifica-se que é dada cada vez mais atenção a caixas dobráveis e a embalagens flexíveis. Um benefício adicional, tanto nas etiquetas quanto nas embalagens, é que as marcas procuram aportar valor na peça impressa através da introdução de elementos inovadores decorativos e táteis, onde a natureza inerente à impressão digital traz vantagens distintas. Nesse sentido, tecnologias como os sistemas de embelezamento digital são uma oportunidade para obter serviços altamente criativos e conquistarem novos negócios.


Contudo, não se trata apenas da tecnologia ou da qualidade. Na prática, deve entender-se que há um contributo de todos, nomeadamente fornecedores e marcas, para o crescimento geral e contínuo do mercado de impressão digital de etiquetas a cores. Apenas com trabalho colaborativo é possível repensar ideias e integrar as necessidades locais numa abordagem global!


Edoardo Cotichini, Team Manager Industrial Printing da Konica Minolta Business Solutions Europe