5 principais competências de segurança para PMEs

| 7 setembro 2020

Proteja o seu negócio

Há um estereótipo em relação às Pequenas e Médias Empresas (PMEs) sobre a falta de formação, subfinanciamento no que toca à segurança. De facto, muitas PMEs acabam por cair no erro de assumir que por terem um número reduzido de colaboradores, não precisam de grandes investimentos em segurança.


• Em Dezembro de 2018, as PMEs enfrentaram, em média, 43 ataques de ransomware e 465 ataques de phishing de acordo com dados da Forbes.

• Um relatório da Verizon sobre ataques informáticos em 2018 concluiu que 58% das violações de dados visam as PMEs.

• Segundo a Switchfast Technologies, 60% das PMEs atacadas fecham no prazo de seis meses, apesar de mais de metade dos seus líderes não acreditarem que são alvos.


Portanto, qualquer empresa está em risco. E está na hora de se prevenir.


 1. Pense como um "black-hat"


Para ter um sistema seguro, é importante pensar como um hacker. Muitas vezes é mais útil antecipar um ataque e preparar uma resposta, do que recuperar danos posteriormente.


Como pode antecipar ataques? Faça testes de penetração. Kali Linux, por exemplo, é uma ótima plataforma para testar o seu sistema - ou certifique-se que o seu MSP (Managed Service Provider) faz esse tipo de teste.


 2. Invista na segurança das redes e infraestruturas


A sua rede é segura? Elementos básicos como a proteção da rede Wi-Fi ou alteração regular de passwords, ajudam a minimizar as violações de segurança. Mas para proteger realmente o seu negócio, precisa de ter uma firewall que o protege.

  • Quando corretamente implantadas e configuradas, as firewalls da próxima geração (NGFW) são o verdadeiro herói da segurança das redes. Serviços que pode adquirir com uma firewall:
  • Serviços de prevenção de intrusões
  • Gateway Antivírus (GAV)
  • Filtragem de conteúdo
  • Funcionalidades antisspam
  • Gestão da aplicação
  • Proteção de entradas não-standard
  • Sandboxing Cloud


 3. Adquira serviços de sandboxing


Os serviços de sandboxing cloud são redes que oferecem uma análise em tempo real de ficheiros suspeitos. É um detetor de ameaças avançado.


Algumas aplicações standard, como o Adobe Reader e o Microsoft Office, já têm modos sandbox incluídos, mas a "Shadow IT" (colaboradores que utilizam as suas próprias soluções para enviar e receber dados de uma forma muitas vezes indetetável) é cada vez mais comum. Certifique-se que o seu sistema de segurança tem uma sandbox integrada.


 4. Criação de endpoints


Qualquer dispositivo móvel é um endpoint e, como principal ponto de interação para os colaboradores, devem ser protegidos com soluções antivírus /ou Plataformas de Proteção de Endpoints (EPP). Estas ferramentas ajudam a monitorizar e mitigar ataques que comprometam cada endpoint, o que significa que o malware ou vírus não se pode espalhar lateralmente por todo o seu negócio.


A escolha de uma solução de segurança de endpoints que ofereça controlos automáticos de reversão é importante para o seu negócio. Minimize o tempo de recuperação tanto para os seus colaboradores como para os clientes.


 5. Construa um sistema fundamentado


É importante assegurar que o seu fornecedor de serviços ou as suas ferramentas de segurança individual cobrem um conjunto de competências de segurança - testes de penetração, segurança IOT, segurança de redes, identidade e gestão de acesso, e outras competências transversais.


As certificações mais reconhecidas que lhe garantem que o seu gestor de IT sabe qual a melhor forma de proteger o seu negócio são a Certified Information Security Manager e a Certified Information Systems Security Professional.


Pronto para saber mais sobre como o podemos ajudar a simplificar o seu IT? Clique aqui para entrar em contacto connosco.



Sobre a Konica Minolta Business Solutions Portugal

 

A Konica Minolta, como líder em serviços abrangentes de IT, destaca-se pela sua filosofia de consultoria, implementação e gestão de negócios. Com origem japonesa, a Konica Minolta apresenta uma ampla gama de equipamentos e soluções de impressão, quer para o mercado office como para o mercado de impressão profissional, assim como soluções disruptivas de gestão documental, otimização e automatização de processos de negócio, implementação de soluções em infraestruturas de IT, segurança, ambientes virtuais ligados na cloud, entre outros. A inovação faz parte do ADN Konica Minolta, que aposta constantemente no desenvolvimento de novos produtos de acordo com as tendências de mercado. Através dos seus Business Innovation Center, continua na vanguarda no que diz respeito à inovação, trabalhando, continuamente, em Investigação & Desenvolvimento, através da colaboração com os seus clientes e parceiros. A vertente inovadora da Konica Minolta tem resultado em reconhecimento por parte de entidades de renome, como é o caso da Key Point Intelligence, que atribuiu à empresa o 2018-2019 Buyers Lab PaceSetter award for Smart Workplace Vision, sendo a Konica Minolta a única entidade na indústria reconhecida com esta distinção. Em Portugal, foi no ano de 2003 que a Konica Minolta Business Solutions Portugal adotou esta designação, com a fusão entre a Konica e a Minolta. Representada pela sede em Lisboa, tem escritórios no Porto, Coimbra e Faro, contando com 200 colaboradores. Foi considerada uma das 100 melhores empresas para trabalhar em Portugal pelo terceiro ano consecutivo e está concentrada na Transformação Digital dos seus clientes.

 

Para mais informações, consulte https://www.konicaminolta.pt/pt-pt/central-de-imprensa e siga a Konica Minolta no Facebook e Linkedin.

 

Artigos relacionados

Artigos relacionados