Konica Minolta assume compromisso “verde” com Lisboa

| 30. jan 2020

A Konica Minolta aderiu ao Compromisso Lisboa Capital Verde Europeia 2020 – Ação Climática Lisboa 2030 para apoiar a autarquia na concretização dos objetivos e metas que foram definidos na área da Sustentabilidade. Integrar este movimento reforça o empenho da empresa tecnológica nesta matéria, cuja estratégia e iniciativas ambientais são reconhecidas internacionalmente.


No acordo assinado ontem com a Câmara Municipal de Lisboa, a Konica Minolta assume a visão para a capital ser cidade neutra em carbono até 2050 e define um conjunto de 17 ações, projetos e medidas para implementar já durante esta década e que vão incidir em áreas como a Energia, Mobilidade, Água, Qualidade do Ar e Ruído, Economia Circular ou Cidadania e Participação. Uma atuação célere para preparar melhor o futuro, com claros e positivos benefícios para a organização, mas sobretudo para a sociedade e meio ambiente.


Neste contexto, a Konica Minolta prevê a instalação de iluminação LED no interior e exterior das suas instalações; aumentar a promoção de veículos elétricos em frotas de veículos de uso privado e em frotas operacionais; garantir a entrega em veículos mais ecológicos; incentivar mais as reuniões à distância; promover a realização de viagens em carsharing; e promover a aquisição de materiais e produtos sustentáveis certificados, de baixo carbono na cadeia de produção e, sempre que possível, de origem local.


Este é mais um marco na estratégia de Responsabilidade Social Corporativa da Konica Minolta que é considerada uma das “100 maiores empresas sustentáveis ​​do mundo” (2020 Global 100), pela 3ª vez e pelo 2º ano consecutivo, pela consultora Corporate Knigths, cujo ranking foi divulgado durante o Fórum Económico Mundial (Davos). A empresa tecnológica destacou-se pelo desempenho em  Sustentabilidade, numa avaliação que tem por base indicadores ambientais, sociais e de governança, bem como a capacidade de inovação das empresas. Foram avaliadas 7.395 organizações a nível mundial.


O diretor-geral da Konica Minolta Portugal e Espanha afirma que “na Konica Minolta acreditamos que uma sociedade sustentável reflete-se em empresas também mais sustentáveis. Embora tenhamos uma estratégia bem consolidada nesta matéria com projetos e metas concretas, os objetivos de desenvolvimento sustentável das Nações Unidas acabam por ser também orientadores, levando-nos a desenvolver inovações que criam novo valor para o meio ambiente e para a sociedade, sustentadas pela nossa experiência tecnológica de tantas décadas.”


Para Vasco Falcão “o compromisso que a Konica Minolta formaliza agora com a autarquia de Lisboa mais não é do que uma continuidade do trabalho que temos vindo a desenvolver. Muito há ainda a fazer e, realmente, apenas com o contributo de todos, numa atuação conjunta, será possível ir mais longe neste inevitável combate às alterações climáticas”.